sábado, 12 de fevereiro de 2011

TV ABERTA GRÁTIS! Será mesmo?

Volta e meia os concessionários dos canais de televisão do Brasil veiculam peças publicitárias em que afirmam que a tevê aberta é grátis.

Não bastassem todas as veiculações contrárias à ética e à moral que visam apenas atender a interesses econômicos escusos, ainda temos que assistir a mais esta deslavada mentira?

Qualquer empresa inclui no preço de venda de seus produtos os valores gastos com propaganda. Como a tevê tem suas receitas oriundas da publicidade que veicula, afirmar que a televisão aberta é grátis, no mínimo, é considerar todo o público expectador ignorante (não devem ter aprendido que não se engana a todo mundo o tempo todo). Na realidade quem banca todo aparato da televisão são os consumidores de qualquer produto que tem propaganda na mesma, independentemente, de assistir mais ou menos ou nem assistir tevê. Ou seja, até quem não tem aparelho de tevê pode estar pagando pela sua programação. Mais ou menos como pagar ingresso para o cinema e não entrar na sala de exibição.

Por essas e outras pergunto: como acreditar num meio de comunicação, que mente tão descaradamente quanto à gratuidade da sua programação para o expectador, quando fala, por exemplo, da elevada carga tributária do país?

Como acreditar nesse meio de comunicação quando, por exemplo, apresenta alguma reportagem investigativa? Ou quando fala mal de determinado produto/empresa – sempre ou quase sempre não anunciante.

A bem da verdade, diariamente, a tevê mostra suas contradições que, se propositais, mostram realmente o quanto a televisão brasileira não é merecedora de crédito, de confiança,...

Em tom jocoso e/ou irônico dá para dizer que a televisão brasileira ensina "gratuitamente" várias coisas, como por exemplo:
- trair, mentir, trapacear, consumir bebida alcoólica, desrespeitar as leis, em especial as de trânsito, praticar violência de toda ordem e desde bebezinho, e por ai afora.

É lamentável que veículos como a tevê e o rádio estejam a serviço do mal e não do bem. Caso fossem utilizados para beneficiar a sociedade como um todo, quantas coisas do nosso dia a dia seriam muito melhores!

Saúde e felicidade.

Um comentário:

  1. edison antonio souza29 de dezembro de 2011 16:37

    nos nao podemos viver refem de uma sensura maudita sem o direito de tomar posse de tudo que o senhor jesus nos deu ja que somos a maioria tanto no orar quanto no votar mais eu tenho uma viva esperansa que um dia isso vai muda

    ResponderExcluir